Insumos agrícolas: conheça a importância de um gerenciamento eficaz

6 minutos para ler

O uso de tecnologias na agricultura já não é mais um diferencial para se destacar. Na verdade, quem não automatiza processos tem dificuldades para acompanhar o crescimento do mercado. Por isso, é essencial que você conheça a sua lavoura e os seus principais gargalos produtivos. 

Quando se fala dos insumos agrícolas, é essencial ter atenção ao executar tarefas e preparar o plantio. Eles representam todos os elementos que são utilizados na produção, desde máquinas e profissionais especializados a sementes.

Nessas horas, as suas escolhas devem ser baseadas em dados históricos da plantação e na precisão do plantio. Além do mais, a redução de custos não pode colocar em risco a qualidade do produto final. 

Mas como fazer isso e ainda escolher o melhor parceiro para o negócio? Pois bem, leia este texto e descubra mais.

Quais são os desafios encontrados, hoje, para um gerenciamento eficaz dos insumos agrícolas?

Por mais que cada fazenda tenha características e objetivos diferentes, há um ponto em comum em todas as gestões — encontrar uma forma de produzir mais e melhor. 

Contudo, isso não é tão simples. A falta de mão de obra qualificada, por exemplo, é um dos principais desafios. A modernização do plantio, em alguns casos, não foi acompanhada pelo treinamento e pela formação de novos profissionais. Assim sendo, os produtores até têm máquinas e sistemas automatizados, mas não contam com uma equipe pronta para utilizá-los corretamente. 

Outra questão importante está relacionada à redução de custos. Como o plantio está ficando cada vez mais caro, cada centavo e semente usados na lavoura conta. Desse modo, os investimentos não podem ser realizados de qualquer forma — mas isso não quer dizer que a qualidade da produção não deve ser priorizada. 

Por último, mas não menos importante, a manutenção das máquinas agrícolas é outro fator fundamental. Deixá-las paradas significa perder tempo e dinheiro. Além disso, maquinários que não passam por processos de manutenção preventiva, preditiva e, até mesmo, corretiva colocam em risco a segurança do trabalhador. 

Quais são as consequências e os prejuízos que o agricultor tem quando realiza um gerenciamento ineficaz?

Em um mercado cada vez mais disputado, todo detalhe faz a diferença para o plantio correto, ou seja, em nível, e para o aumento da capacidade produtiva. Entretanto, não é isso que acontece com um produtor que gerencia os seus insumos com ineficiência. 

Já se foi o tempo em que era necessário apenas plantar e colher. Atualmente, um bom plantio se inicia na fase de planejamento, na preparação e na preservação do solo. Administrar as finanças da fazenda, direcionar a compra de novos materiais e saber negociar com fornecedores é outro ponto que merece destaque também. 

Inclusive, é fundamental dominar o funcionamento das tecnologias adotadas na fazenda. Caso contrário, você pode comprar uma tecnologia e, por não saber utilizá-la, achar que ela não está funcionando. 

Saiba que esse cenário é prejudicial ao crescimento da sua fazenda, pois representa a falta de conhecimento técnico e o desperdício de tempo e de dinheiro — o que, provavelmente, não é o posicionamento que você deseja para a sua gestão, né?

Quais são os métodos mais atuais para fazer esse gerenciamento dos insumos?

O principal gargalo é produzir mais com o menor investimento possível. Já que o custo do agronegócio está se tornando maior, os lucros tendem a diminuir. Por isso, ter um grão com mais nutrientes é uma garantia de maior produtividade e de retorno financeiro. 

Existem vários aplicados que facilitam ajustes mais precisos na hora de plantar. Se, antigamente, era preciso fazer cálculos complexos para, por exemplo, colocar na cultura da soja 250 kg/hectare de semente, hoje, você coleta informações de peso e tamanho de máquinas, e a solução realiza as contas sozinha. A partir disso, as chances de erros são reduzidas drasticamente e você tem mais tranquilidade na rotina. 

As soluções com GPS não podem ser esquecidas também. Elas são notáveis, pois trazem economia e ganho à produtividade. Isso acontece porque a tecnologia determina o trajeto ideal na hora do planejamento plantio

Hoje em dia, agricultores que têm capricho, que fazem bem-feita a manutenção e que regulam as máquinas e as pulverizadoras, não perdendo tantos grãos na pós-colheita, conseguem um retorno imediato e em longo prazo.

Qual é o papel da Tabela Eletrônica de Dosagem?

A Tabela Eletrônica de Dosagem é uma tela instalada na máquina agrícola. É colocado um sensor de velocidade no eixo da plantadeira também. O seu funcionamento é simples, mas otimiza a sua produção

Essa tabela eletrônica de dosagens é, na verdade, a inserção dos dados de todas as engrenagens no equipamento. Informa-se, então, qual engrenagem está sendo utilizada para fazer a coleta.

Antes de iniciar as atividades, é necessário calibrar o equipamento, definindo quatro funções principais:

  1. taxa de sementes: quantidade de sementes aplicadas por metro de semeadura;
  2. taxa de adubo: volume de adubo distribuído por área (kg/hectare);
  3. horímetro: tempo de trabalho em uma determinada função;
  4. hectarímetro: total de área trabalhada.

A Tabela Eletrônica de Dosagem é o instrumento que permite:

  • controlar a quantidade de tempo e de insumos agrícolas que são usados com precisão;
  • controlar a velocidade do plantio;
  • configurar a regulagem das engrenagens;
  • ter informações detalhadas sobre a taxa de trabalho;
  • prevenir erros e imprevistos, e muito mais!

A partir de agora, você entendeu como os insumos agrícolas são fundamentais para o gerenciamento eficaz na fazenda. Como todo grão conta na hora de reduzir custos e garantir a qualidade da plantação, você não deve tomar decisões equivocadas.

A adoção de novas tecnologias, nessas horas, torna-se o primeiro passo para ser mais preciso e seguro na semeadura e na colheita. O treinamento de seus colaboradores é outro assunto primordial para o funcionamento de sua gestão.

Portanto, faça de tudo para ter ferramentas otimizadas para o seu plantio e prepare a sua mão de obra, focando o aumento de produtividade e a segurança na fazenda. 

Gostou do nosso conteúdo que trata da importância do gerenciamento de insumos agrícolas? Então, chegou a hora de você encontrar o parceiro ideal para otimizar a sua produção e ter mais precisão no plantio. Entre em contato com a FertiSystem e prepare-se para escolher a quantidade exata de sementes que precisa utilizar no plantio!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-