Plantio em nível: conheça os benefícios e saiba quando é indicado

4 minutos para ler

O produtor rural precisa estar afeito às diferentes técnicas usadas na agricultura. Assim, ele saberá aplicar a melhor conforme as características do terreno, o clima da região e o seu próprio perfil de agricultor.

O plantio em curvas de nível, conhecido também como plantio em contorno, é a produção organizada usando linhas que têm diferentes altitudes conforme o terreno. Trata-se da medida mais básica que visa à conservação do solo. Ele se opõe ao chamado plantio “morro abaixo”, o qual não respeita as curvas de nível.

Outras técnicas similares são o terraceamento (formação de terraço) e o plantio em faixa com diferentes coberturas, que podem ser usadas juntamente à técnica do plantio em curvas de níveis. Neste post, falaremos exclusivamente do plantio em nível. Leia o artigo e saiba mais sobre o assunto!

Como funciona o plantio em nível e para que terrenos ele é indicado?

O plantio em nível é recomendado para terrenos íngremes, sempre respeitando os declives da região. Acompanhando as curvas de nível, cada linha do plantio funciona como um empecilho que diminui a velocidade da enxurrada no caso de ela se formar sobre a superfície do terreno. Com a redução na velocidade do escoamento, há mais tempo para a água se infiltrar na terra.

As curvas de nível permanecem perpendiculares à inclinação da encosta e ajudam na conservação da cobertura natural do solo. Elas consistem em linhas que unem pontos em uma mesma altitude na superfície de um terreno. Por isso, são chamadas também de curvas altimétricas.

Conforme a inclinação do terreno, os degraus podem ficar mais estreitos ou mais largos. No plantio “morro abaixo”, realiza-se o acompanhando do declive do terreno, de modo que as linhas começam na parte mais elevada e terminam na parte mais baixa. Essa forma de plantio favorece o escoamento da água em grande velocidade, facilitando a erosão.

Quais os benefícios do plantio em nível?

Uma das principais vantagens do plantio em nível é a sustentabilidade. Ele contribui para a preservação do solo, evitando a erosão. Facilitando a infiltração da água no solo à medida que reduz sua velocidade de escoamento, essa técnica ajuda a evitar deslizamentos.

Outro benefício é que o plantio em nível contribui para a retenção dos elementos solúveis que compõem o solo, ou seja, os nutrientes, promovendo a melhor produtividade. Como equilibra a velocidade com que a água da chuva desce a encosta, evita a perda de minerais dos próprios cultivos.

Preservando o solo contra a erosão, o plantio em curvas de nível é uma solução para prevenir problemas socioambientais, como:

  • os deslizamentos/desmoronamentos;
  • o assoreamento dos rios;
  • as enchentes;
  • a extinção de exemplares da flora e da fauna brasileiras;
  • a diminuição da área de plantação;
  • a redução da biodiversidade;
  • a formação de voçorocas (grandes buracos em rochas decompostas ou no solo).

O que é a erosão?

A erosão é um sério problema para o qual tem contribuído bastante a ação do próprio homem. Interferindo na natureza da forma errada, utilizando métodos mais agressivos de transformação do meio que o cerca, ele acelera o processo de erosão. Vale lembrar que esse processo acontece naturalmente no planeta, mas leva milhares ou milhões de anos para se consumar.

Entre as causas da erosão provocada pela ação humana, podemos citar:

  • os desmatamentos;
  • as queimadas;
  • a drenagem das estradas (especialmente das rodovias);
  • o processo de urbanização;
  • alguns métodos de plantio.

É muito importante para o produtor rural conhecer bem a técnica de plantio em nível e empregá-la corretamente em seu terreno, caso ele apresente áreas muito inclinadas. Essa é uma forma de minimizar os impactos negativos das forças da natureza!

O que achou do post? Costuma aplicar a técnica do plantio em curvas de nível? Que técnicas usa com mais frequência? O que acha do plantio “morro abaixo”? Faça seu comentário! Sua opinião é importante para o blog.

Você também pode gostar

4 thoughts on “Plantio em nível: conheça os benefícios e saiba quando é indicado

Deixe uma resposta

-